terça-feira, 13 de abril de 2010

This is Anfield!!

Só foi mesmo pena o resultado, porque toda a viagem correu de forma fantástica.

Eu e a minha namorada começamos então por arrancar na 4a à noite para o Porto, visto que tínhamos avião às 6.30h e, como nunca tinha viajado pela ryanair, fiquei claramente agradado com o serviço, visto que é super simples e eficiente, e a discrepância de preços em relação a outras companhias, faz com que eu recomende claramente esta opção...

De realçar também, por as viagens não terem sido reservadas com a antecedência ideal, só tive hipótese de arranjar Porto-Londres e Liverpool-Porto, pelo que era minha intenção apanhar um comboio do aeroporto de Londres Stansted, para Liverpool, mas acabámos por ter bastante sorte já que encontrámos diversos benfiquistas que também seguiam neste nosso voo, e que nos indicaram melhores e mais baratas maneiras de fazer o trajecto.

Acabámos então por apanhar um comboio do aeroporto para Tottenham Hale, e depois seguimos de metro para Euston, e aí sim seguimos pa Liverpool de comboio. Ainda bem que o fizemos, já que tendo chegado mais ou menos à hora que chegaríamos, se tivéssemos ido directos do aeroporto, com estes "atalhos", ainda deu para poupar cerca de 70£ em transportes.

Outra das razões pelas quais também foi bom termos encontrado este pessoal, foi pelo facto de eles pertencerem aos NN de Gaia, e no grupo tinham um bilhete a mais, que deu para a minha namorada também ir ver o jogo (embora ela pertença a uma comunidade de seres rastejantes, espero eu, em vias de extinção :D), não tendo eles, cobrado mais pelo bilhete o que também foi porreiro.

Chegados então à Lime Street Station (no centro de Liverpool), fomos então buscar o bilhete e seguimos para a casa onde iríamos ficar, e como tinhamos bastante tempo, tivemos a infeliz ideia de ir a pé, pois nos mapas não parecia assim tão longe (como não consegui comprar guias sobre Liverpool, acabei por imprimir diversos mapas do Google maps, e aconselho-os vivamente a quem precisar, porque são super precisos e simples de utilizar), pelo que apesar de não termos enganado, andámos mesmo muito, cerca de 1.30h até chegarmos ao destino.

Também em virtude da pouca antecedência com que tudo foi marcado, foi muito complicado conseguir alojamento a preços acessíveis, pelo reservámos um double room, bed and breakfast numa residencial relativamente perto do estádio, mas de que não tínhamos, nenhuma informação, já que não possuía site ou outro tipo de referência online, sendo que apenas tinha morada, email e nr de telefone. Felizmente que tudo correu pelo melhor, já que sendo uma casa vitoriana e antiga, tinha boas condições e a senhora que a geria era super simpática e atenciosa, e ficou em 65£ por noite (5a e 6a) pelo quarto, o que não sendo fantástico, até nem foi mau...

Seguimos então para o estádio, e foi simplesmente extraordinário, lotação esgotadíssima, ambiente fantástico e super civilizado, e um jogo que apesar de não ter pendido para o nosso lado, foi super emotivo e entusiasmante... E digo isto muito honestamente, embora adore o nosso estádio, e o nosso ambiente, Anfield é qualquer coisa de fabuloso, e passou sem dúvida a ser o melhor estádio que já visitei.

Deixo-vos aqui algumas fotos e pequenos filmes que fiz

video

video




Quantos aos restantes dias, foram bastante divertidos e praticamente sem incidentes, em que um pouco a correr, mas conseguimos visitar quase todos os pontos de interesse de Liverpool, Walker Art Gallery, Liverpool World Museum, St George´s Hall, Albert Dock, Merseyside Maritime Museum, Beatles Story, The Cavern Club, etc...




Já me disseram que noutras partes de Inglaterra não é tanto assim, mas pelo menos em Liverpool, fiquei com uma óptima impressão das gentes locais, super amistosos, simpáticos, emotivos e atenciosos. Tenho também de referir o custo de vida, que ao contrário do que eu pensava, é muito similar ao nosso, e inclusive em muitas coisas como vestuário e alimentação, bastante mais barato. De negativo apenas tenho a salientar a comida e os pratos tradicionais, com tudo muito à base de fritos, açúcar e molhos, e altamente calórico, que se acaba por reflectir na população, claramente acima da média a nível de peso e doenças cardio-vasculares...

Embora a viagem tenha ficado bastante mais dispendiosa do que inicialmente tinha previsto, valeu completamente a pena, e não me arrependo em nada de a ter feito, pelo que recomendo vivamente, quer neste caso de acompanhamento do vosso clube preferido, quer por uma viagem meramente recreativa, se desejam viajar pela Europa, saiam do conforto e comodismo das agências de viagens, usem e abusem das potencialidades do low coast, e marquem vocês o alojamento e o percurso, e vão reparar no quanto irão poupar, e no quão mais divertido se tornará...

Poker related, não tenho muito a dizer, simplesmente porque ainda não joguei este mês, pelo que me esperam 15 dias de grinding intensivo, sendo que ainda conto fazer cerca de 60/70k hands até ao final do mês, e consequentemente pretendo ir postando com mais regularidade...

1 comentário:

  1. Boa crónica puto, mais uns mesinhos e estás no travel channel=)
    Em Londres as pessoas também são muito porreiras. Cada vez tenho mais a sensação que os Ingleses são o povo mais parecido connosco, apenas levam o desporto mais a sério=)
    Um abraço!

    ResponderEliminar